Sesc Cultura terá palestra com Araquém Alcântara ,  precursor da fotografia ecológica no País

1023

Profissionais e amantes da fotografia, especialmente aqueles que se interessam em captar as belezas da natureza, têm encontro marcado no Sesc Cultura, dia 15 de maio. Às 19 horas o fotógrafo Araquém Alcântara fará a palestra “Araquém Alcântara, colecionador de mundos – 50 anos de fotografia” e para participar é preciso levar 03 litros de leite longa vida, que serão revertidos ao Mesa Sesc Brasil. As vagas são limitadas.

Considerado precursor da fotografia ecológica, Araquém tem uma trajetória de anos dedicados à profissão que também é uma arte. O reconhecimento de seu trabalho ocorre tanto em âmbito nacional quando internacional, figurando, na década de 70, como primeiro fotógrafo a documentar todos os parques nacionais do Brasil e a produzir uma edição especial do National Geographic Society. “Divido o meu trabalho em duas paisagens: a política e a poética, porque carrega a indignação pela desertificação desse País e de outro lado exalta nossa maior riqueza, que é a natureza. Assim, acredito que seja possível transmitir uma visão mais profunda dessas riquezas e mazelas e transformar consciências”, diz.

A escolha do renomado fotógrafo Araquém Alcântara para integrar a programação de abertura do Sesc Cultura tem como objetivo fomentar, valorizar, difundir e refletir sobre nossas riquezas naturais e seu potencial artístico e estético através da fotografia, uma vez que Mato Grosso do Sul é um estado riquíssimo em fauna e flora procurados nacional e internacionalmente.

Além de balneários exuberantes como Bonito e Bodoquena, há também a região do Pantanal, uma das mais diversificadas reservas naturais do mundo, reconhecido pela UNESCO como Patrimônio Natural da Humanidade. A maior planície inundável do planeta e cenário de uma incrível biodiversidade, o Pantanal sul-mato-grossense é a combinação harmoniosa entre turismo de aventura, de contemplação e turismo de experiência. É um paraíso para observadores e fotógrafos de fauna e flora, onde vivem cerca de 230 espécies de peixes, 650 de aves, 80 de mamíferos e 50 de répteis.

Sobre Araquém – Em 1997, lançou, após dez anos de pesquisas, “Terra Brasil” o livro de fotografias mais vendido no país. Atualmente na décima segunda edição, a obra já ultrapassou a casa dos 80 mil volumes comercializados. Possui fotos em acervos de vários museus e galerias, entre eles o Museu do Café, em Kobe, Japão; Centro Cultural Georges Pompidou em Paris, Museu Britânico em Londres, Museu de arte de São Paulo (MASP) e Museu de arte moderna (MAM), em São Paulo. Em 2001, foi escolhido pelo The British Museum, de Londres, para produzir a capa do livro “Unknown Amazon”, que acompanhou uma grande exposição etnográfica sobre a Amazônia. Neste mesmo ano, foi convidado pelo ministério das relações exteriores para realizar a exposição: “Mudanças climáticas”, no Memorial da América Latina em São Paulo, e, também como convidado do Ministério do Meio Ambiente realizou no Jardim Botânico do Rio de Janeiro a exposição “Parques Nacionais do Brasil”.

Em sua vasta produção constam 47 livros sobre temas ambientais, 22 livros em co-autoria, 5 prêmios internacionais, 32 prêmios nacionais, 75 exposições individuais, inúmeros ensaios e reportagens para jornais e revistas nacionais e estrangeiras.

Serviço – O Sesc Cultura fica na Avenida Afonso Pena, nº 2270 . O funcionamento da unidade é de terça a sábado, das 10h às 20 horas. Ações formativas seguirão até 22h30, conforme programação. Acompanhe no site sesc.ms

Mais informações sobre o palestrante pelo site www.araquem.com.br