Sesc abre inscrições para a Mostra de Cinema 2017/18

103

Estão abertas até o dia 01 de outubro inscrições para a Mostra Sesc de Cinema 2017/18. Podem ser inscritos curta-metragens (de até 30 minutos, com créditos) e longas (superior a 70 minutos). Na última edição, Mato Grosso do Sul teve um vídeo premiado nacionalmente, o longa da “Dama do Rasqueado”, que conta a história da cantora Delinha e é dirigido por Martinete Pinheiro.

A mostra tem como propósito contribuir para a difusão e fortalecimento da produção artística audiovisual nacional, promovendo discussão e intercâmbio entre realizadores, público, estudantes e críticos, por meio da realização de mostras estaduais e nacional, compreendendo as produções audiovisuais oriundas dos estados de cada uma das cinco regiões do País.

De março a junho de 2018 serão realizadas as mostras estaduais e a mostra nacional está programada para o segundo semestre do ano que vem. Os curtas selecionados para a mostra nacional receberão R$ 13 mil a título de direitos autorais e os longas, R$ 26 mil.

As inscrições devem ser feitas por meio do site do Sesc Nacional, clicando aqui
O edital também está disponível para download.

Vídeo vencedor – A revelação dos vencedores da Mostra Sesc de Cinema neste ano foi dia 13 de julho, no Cine Odeon no Rio de Janeiro. “Fiquei muito feliz com a notícia, porque será a possibilidade de as pessoas conheceram a história da Delinha. Falei com ela há pouco e ela agradeceu pelo trabalho e eu a ela pela história. Foram três anos de execução e fico muito feliz pelo reconhecimento e porque a Delinha merece ser vista”, comemora a cineasta Marinete Pinheiro.

O documentário “A Dama do Rasqueado” conta a história da artista e sua trajetória na dupla Délio e Delinha, que atingiu a maior discografia na história do Estado, com 32 títulos. “A Delinha não é só cantora, ela conhece todos os processos musicais e muitos dos sucessos da dupla foram composições dela. Também traz a provocação a respeito da participação da mulher neste cenário. Um personagem feminino que superou muitas dificuldades”, observa a diretora do longa.

Serviço – Acompanhe a programação do Sesc no site sesc.ms