Com programação intensa, Sesc Cultura inicia as atividades na Capital

3100
Créditos - Helton Pérez Vaca Azul

A cultura de Mato Grosso do Sul conta a partir de hoje com mais uma unidade do Sesc voltada às mais diversas linguagens da Arte, o Sesc Cultura, que conta com biblioteca, sala de cinema, galeria de arte e espaços voltados para ações formativas nas áreas de dança, música, artes cênicas e artes visuais, além de programação infantil e clube de conversação do programa American Corner. A solenidade de inauguração foi nesta quinta-feira, 03, e a partir desta sexta-feira, 04, começam as atividades, entre elas a exposição do artista plástico Edson Castro e durante 15 dias quem passar em frente ao prédio no período noturno, poderá apreciar uma obra em vídeo mapping na fachada.

Confira aqui a programação completa da unidade.

Confira aqui a programação Infantil.

Concebido em 1922 o local foi o segundo prédio de alvenaria da cidade e um ponto de apoio importante nas defesas da fronteira oeste, por isso abriga também duas salas com o museu do Exército, contando a história deste período. O prédio foi revitalizado e adequado às normas de acessibilidade, com rampeamento, instalação de barras e de elevador.

Com uma política expansionista, a diretora regional do Sesc, Regina Ferro, conta que o Sesc tem dado à população sul-mato-grossense maiores alternativas de escolha para seu desenvolvimento e nos últimos oito anos, encontrou enorme receptividade do Poder Público e de diversas Instituições que em parceria vem objetivando principalmente o desenvolvimento da região, garantindo qualidade nos produtos ofertados. “O Sesc Cultura torna-se agora, o espaço da experimentação cultural. Um laboratório de Arte, que além de ofertar produtos, quer receber artistas de todos os lugares do mundo, e transformar-se em um espaço de ousadia criativa”.

“Um patrimônio que o Sesc não só resgata pela restauração, mas pela disponibilização para uso de todos nós. Temos laboratórios de música, dramaturgia, arte visual e o Sesc desenvolverá não só o fomento da cultura, mas ações de capacitação que podem fazer diferença na vida do artista sul-mato-grossense”, diz a diretora regional do Sesc, Regina Ferro.  Dentre as autoridades presentes à solenidade, estiveram o secretário de cultura e cidadania do Estado, Athayde Nery e a secretária de Cultura e turismo de Campo Grande Nilde Brun.

O presidente do Sistema Fecomércio, Edison Araújo, lembrou que ao resgatar o prédio histórico e no coração da Capital, e povoa-lo com ações culturais, o Sesc, mais uma vez se destaca como um dos principais fomentadores da cultura. “Estamos mais uma vez fazendo e desenvolvendo a cultura em Campo Grande e no Estado”.

“O Exército, no convênio com o Sesc, buscou recuperar este edifício e também oferecer à população atividades lúdicas, culturais e musicais. Em nossas salas, mostramos um pouco da expansão territorial brasileira para o Oeste e também conta a história do Marechal Rondon, o Marechal da Paz tão importante para o Centro-Oeste”, disse o general de brigada, Carlos Henrique Teche, que representou o comandante geral do Oeste.

Artista plástico de destaque nacional, Edson Castro, que é de Corumbá, mas mora em Paris desde 2009, abre o circuito de exposições e oficinas do Sesc. Ele falou sobre sua trajetória artística e contou que o Sesc fez parte de sua formação no período em que morou em São Paulo. “Hoje depois de tantos anos estar participando dessa inauguração é como se fosse uma consolidação e certificação de que estou o caminho certo. Outra coisa muito importante é esse olhar do Sesc sobe todas as artes por um outro ângulo”.

O Sesc Cultura fica na Avenida Afonso Pena, nº 2270 . O funcionamento da unidade é de terça a sábado, das 10h às 20 horas. Ações formativas seguirão até 22h30, conforme programação. Acompanhe no site sesc.ms